Como ser um Produtor Digital de sucesso! [GUIA PASSO A PASSO]

Tempo de leitura: 14 minutos

Nos últimos anos, temos visto um aumento cada vez maior de pessoas que estão trabalhando em casa. As pessoas estão cada vez mais buscando informações sobre como ser um Produtor Digital, já que esta é uma carreira digital muito promissora.

Como ser um Produtor Digital de sucesso
Como ser um Produtor Digital de sucesso

Seja como renda extra ou como trabalho principal, o trabalho do Produtor Digital é muito importante, pois eles produzem e vendem conteúdos informativos, e-books, vídeo aulas e cursos de forma totalmente online para um público grande.

Existem vários produtos digitais que podem ser explorados comercialmente, garantindo a possibilidade de você conseguir trabalhar de qualquer lugar do mundo que possua acesso à internet com horários flexíveis e garantindo ótimos ganhos.

Neste guia, você saberá tudo sobre o trabalho do Produtor Digital, quais são os produtos digitais (ou infoprodutos, como também são chamados) que podem ser vendidos na internet, como ser um Produtor Digital, requisitos e habilidades necessárias.

Esperamos que nossas informações te auxiliem muito a mudar de vida trabalhando com internet, conquistando sua independência financeira e flexibilidade em seus horários!

Como ser um Produtor Digital

Confira no decorrer do nosso texto dicas valiosas que vão te ajudar a se tornar um profissional especializado na venda de infoprodutos!

01 – O que é um Produtor Digital?

Você deve estar se perguntando o que faz um Produtor Digital, já que é uma profissão do mundo virtual que cresce mais a cada dia.

Os produtores digitais são pessoas que possuem conhecimento em determinada área e resolvem criar conteúdos relacionados aos seus campos de sabedoria, transformando-os em infoprodutos.

Tomemos como exemplo alguém que seja especializado na área de educação física e atua como personal trainer. Essa pessoa possui grande formação na área e adora ensinar as pessoas as melhores práticas de exercícios físicos para que elas tenham uma vida cada vez mais saudável.

Sabendo disso, essa pessoa começa a produzir videoaulas em formato de curso e começa a vender seus treinamentos pela internet por meio das redes sociais

Esse profissional se tornou um Produtor Digital e agora poderá trabalhar de qualquer lugar do mundo com acesso à internet.

Essa é uma profissão que envolve muito mais do que apenas criar conteúdo, seja ele escrito, em formato de vídeo, áudio, etc. O Produtor Digital precisa conhecer o mercado em que está atuando, definir minuciosamente seu público-alvo e montar uma ótima estratégia de divulgação para obter sucesso.

02 – Quais pessoas podem ser produtores digitais?

Qualquer pessoa que detenha um conhecimento apurado em determinada área pode ser um comercializador de infoprodutos.

Um professor de matemática que dá aula em um cursinho pré-vestibular presencial, por exemplo, poderá criar um ebook com questões comentadas mais cobradas em provas de vestibular pelo país e comercializá-lo online. Isso o tornaria um Produtor Digital.

Um designer gráfico especializado em edição de imagens publicitárias cuja paixão é ensinar pode criar conteúdo orientando as pessoas como criar logomarcas, fazer a parte visual de estratégias de marketing digital e muitas outras coisas referentes à sua área.

Para ser um Produtor Digital você deve se perguntar primeiramente quais são suas paixões. Com elas em mente, deve questionar-se se você possui reais habilidades de ensiná-las a outras pessoas e, por último, se seu conhecimento pode ser vendido e convertido em renda para você.

03 – O que são infoprodutos?

Infoprodutos (ou produtos digitais, já que são sinônimos) são conteúdos digitais produzidos por pessoas que são autoridades em determinado assunto e são comercializados.

Como o próprio nome já diz, o conteúdo deve ser digital e possível de ser vendido.

Existem dois tipos de infoprodutos produzidos pelos infoprodutores: arquivos para download e adesão a sites de membros.

Os arquivos para download podem ser ebooks no formato PDF ou EPUB, textos diversos no formato doc, audiobooks e músicas no formato mp3, videoaulas, palestras, software para computador, imagens e infográficos. Tais arquivos são comprados pelas pessoas para serem usados em um momento posterior, já que ficam disponíveis.

Já a adesão a um site de membros pode ser uma inscrição realizada por uma pessoa a um ambiente virtual onde são subidos periodicamente conteúdos restritos aos membros que terão acesso mediante o pagamento de uma taxa de adesão e pagamentos periódicos como assinaturas.

04 – Ser um infoprodutor é a mesma coisa que ser digital influencer?

Apesar de serem duas profissões parecidas, elas não são a mesma coisa, pois são diferenciadas pelo formato de conteúdo que produzem.

Um digital influencer também produz conteúdo digital e pode entregá-los nas mais variadas redes sociais existentes como Facebook, Instagram, TikTok, Twitter, entre outras. Também pode fechar parcerias com marcas e vender produtos.

O Produtor Digital, por sua vez, também elabora conteúdos, mas na forma de arquivos para download, como se fosse um produto físico mesmo. 

Obviamente, este também irá utilizar as redes sociais para divulgá-los, mas como canais de venda, podendo inclusive fazer parcerias com digital influencers para aumentar o alcance das vendas.

O digital influencer de sucesso, por exemplo, tem um vasto conhecimento sobre utilização de redes sociais, estratégias de marketing digital em mídias sociais e engajamento de público. 

Com tanta experiência na área, eles poderiam, por exemplo, criar um e-book ensinando essas técnicas e vender esses conteúdos nas redes.

Produtores digitais e digitais influencers andam de mãos dadas no mundo do marketing digital atualmente, ambos podem se ajudar e aumentar cada vez mais o alcance de seus negócios!

05 – Onde posso vender meus produtos digitais (ou infoprodutos)?

A venda de infoprodutos tem crescido cada vez mais em nosso país, já que as pessoas estão enxergando essa possibilidade como uma oportunidade de gerar uma renda extra sem precisarem sair de casa e trabalhar em qualquer lugar do mundo com acesso à internet.

Como ser um Produtor Digital - Venda dos Produtos
Como ser um Produtor Digital – Venda dos Produtos

E, para isso, há plataformas especializadas em comercialização de produtos digitais, cada uma com suas regras e porcentagem de ganhos, como a Hotmart, a Monetizze e a Eduzz.

Tais plataformas são grandes amigas dos infoprodutores, pois são gratuitas e realizam toda a logística de hospedagem do produto, burocracias de venda e contato com afiliados (cuja função veremos em breve), auxiliando em todo o processo de comercialização e cobrando uma porcentagem por cada aquisição.

A Hotmart é a maior e mais conhecida entre todas, sendo especializada apenas na venda de produtos digitais, não trabalhando com bens físicos. 

A plataforma já atua há mais de uma década nesse mercado e é uma referência no Brasil, bem como em toda a América Latina, na venda de infoprodutos.

Na Hotmart existe uma grande variedade de bens digitais, são mais de cem mil produtos cadastrados! E são mais de um milhão de usuários, entre produtores, afiliados e consumidores de mercadorias digitais.

Já a Monetizze é uma das principais concorrentes da Hotmart e também trabalha na comercialização de produtos digitais, além disso a plataforma comercializa também os já mencionados produtos físicos.

A Eduzz, por sua vez, é uma plataforma mais recente, mas que vem crescendo a todo vapor, sendo a principal concorrente da Hotmart na atualidade.

As três plataformas digitais apresentam pontos positivos e negativos, sendo importante avaliar cada um deles de acordo com seu perfil, suas vontades como empreendedor digital e seu planejamento. 

Por exemplo, a Hotmart exige um valor mínimo de 20 reais para saque resultante das vendas dos infoprodutos, já a Monetizze demanda uma quantia mínima de 5 reais e a Eduzz um montante de 109 reais.

Também há o valor máximo para saque, por exemplo: na Monetizze e na Eduzz é possível sacar o valor máximo de 1900 reais para pessoas físicas. A Hotmart, por sua vez, não limita mais um valor máximo para saque, embora já tenha feito o mesmo no passado.

06 – O que são “vendedores afiliados”?

Os vendedores afiliados são os maiores parceiros dos produtores digitais, estabelecendo com estes uma relação de ganhos mútuos e muito produtiva!

As pessoas que desempenham esse papel trabalham constantemente na divulgação dos produtos para vendê-los e ganhar comissões em cima de cada comercialização, fazendo com que suas mercadorias digitais tenham um alcance cada vez maior.

Tanto a Hotmart, quanto a Eduzz e a Monetizze trabalham desta forma, oferecendo muitas oportunidades para produtores e vendedores de crescerem exponencialmente e obterem muito sucesso.

Para se ter uma ideia da importância do Marketing de Afiliados, o setor teve um investimento de 152 milhões de dólares no Brasil no ano de 2020 com o surgimento da pandemia do coronavírus, sendo uma área que não para de crescer e atrai cada vez mais pessoas mundo afora.

07 – Como divulgar meus produtos digitais?

Apesar de existirem plataformas que facilitam o processo de comercialização dos produtos, é necessário que a divulgação comece a ser feita pelo infoprodutor em um primeiro momento.

Como já dito anteriormente, os vendedores afiliados que tiverem interesse em seu infoproduto vão ser grandes aliados na divulgação do mesmo. Entretanto, para que eles tenham tal interesse, é necessário que seu produto já tenha uma aceitação dentro do mercado, tornando-se promissor para eles!

Um ótimo local para começar a divulgar seu infoproduto, acredite, são os fóruns digitais relacionados à área em que você atua. 

Nesses ambientes virtuais, as pessoas estão a todo momento pedindo indicações de produtos que possam resolver seus problemas e assim você pode ajudá-los e aumentar sua presença na web!

Outra alternativa, que vem se tornando uma referência cada vez maior no anúncio de produtos digitais são, sem dúvidas, as redes sociais. 

São plataformas de baixo investimento inicial e praticamente gratuitas, onde você poderá se comunicar diretamente com seus clientes em potencial.

Nas redes sociais é possível também trabalhar com estratégias de marketing de conteúdo, produzindo materiais de divulgação direcionados ao seu público-alvo (conhecido neste meio como “persona”) fazendo com que se identifiquem cada vez mais com sua marca.

É necessário entender que cada rede social tem linguagem e formatos de conteúdo próprios. Por exemplo, o Instagram é mais utilizado para o compartilhamento de imagens, portanto, aqui trabalhamos mais com edição de imagens publicitárias. 

Já o Facebook permite um compartilhamento maior de conteúdo escrito. O Facebook inclusive possui várias ferramentas que dão ênfase aos textos escritos, fazendo com que fiquem cada vez mais atrativos. 

Também não podemos nos esquecer dos grupos, onde pessoas com interesses comuns em todas as áreas se reúnem para compartilhar informações úteis entre si, algo que pode auxiliar muito!

Não tenha medo de divulgar seu produto nas redes sociais, afinal, elas possuem uma estrutura que facilita tal processo. Quem não é visto, não é lembrado, certo?

08 – Para quem vou vender meus produtos digitais?

Aqui é importante que nós consigamos compreender alguns conceitos de Marketing Digital indispensáveis ao sucesso de grandes empreendedores da área.

Para quem vou vender meus produtos digitais
Para quem vou vender meus produtos digitais

Primeiramente, se você deseja vender produtos digitais, é necessário saber a quem vender, quais seriam as pessoas interessadas em adquirir o conteúdo que quer ser comercializado. Este processo pode ocorrer de duas formas: definição de público-alvo e definição de persona.

Ambos os conceitos são parecidos e orientam na hora de produzir tanto as mercadorias digitais quanto o conteúdo direcionado para as suas divulgações. 

O planejamento do público-alvo é mais genérico e tem por objetivo saber qual o segmento de mercado onde você deverá atuar, o que vai ajudar a saber quais as melhores estratégias a serem utilizadas. 

No Marketing Digital, esta definição orienta, por exemplo, se os conteúdos vão ser divulgados no Facebook, no Instagram, em blogs, etc.

Já a definição da persona é algo mais detalhado e vai orientar especificamente qual o tipo de conteúdo de divulgação a ser produzido. A persona é o planejamento detalhado sobre o seu cliente ideal. Tomemos por exemplo que você deseje comercializar um e-book com receitas culinárias para confeiteiras iniciantes.

Nesse caso, para a definição do conteúdo devemos pensar qual seria o cliente ideal que poderia adquirir seu produto, conhecido como persona. 

Defina características como por exemplo o nome, idade, profissão, tipo de redes sociais que seu comprador em potencial utiliza, tipos de conteúdo que consome, abrangendo toda a complexidade do ser humano a ser cativado.

A definição da persona é fundamental para estratégias de marketing digital de sucesso atualmente, fazendo com que as marcas tenham uma identificação cada vez maior com as pessoas com a qual querem se comunicar, aumentando exponencialmente suas vendas! 

09 – Quais são as vantagens de ser um Produtor Digital?

As vantagens são inúmeras e, por isso, trouxemos aqui as principais delas que fazem com que esse mercado seja tão atrativo e esteja em franco crescimento.

Vantagens de ser um Produtor Digital
Vantagens de ser um Produtor Digital

A principal delas, sem dúvidas, é o investimento baixo! Para quem cria conteúdos digitais, sabemos que o custo da produção de um e-book e da gravação de um vídeo ou de um podcast pois tudo é feito digitalmente e pode ser realizado dentro da sua própria casa.

Por serem materiais inteiramente digitais, aqui não envolvem custos de produção física como impressões, transporte, dentre outros, o que aumenta exponencialmente os lucros obtidos com a comercialização dos mesmos.

Outra vantagem importantíssima é poder trabalhar com o que gostamos, afinal, o conteúdo que vamos produzir será relacionado com nossa área de atuação, algo que amamos e que temos como paixão ao longo de uma vida. Você já ouviu aquela famosa frase “trabalhe com o que ama e você nunca mais precisará trabalhar na vida”? 

No caso dos produtores digitais, essa máxima se aplica dia após dia, pois todos nós gostamos de falar sobre nossas paixões, não é mesmo? Aqui não seria diferente!

Vale ressaltar também outro ponto muito positivo do trabalho como infoprodutor que é a flexibilidade de horários! Você define o seu horário de expediente, como vai trabalhar e quando vai realizar esses procedimentos, sem chefes, sem cobranças extraordinárias. Aqui é você consigo mesmo!

Conclusão

O trabalho de Produtor Digital está em uma ascensão cada vez maior, haja visto que os trabalhos em home office estão a todo vapor dada a realidade social que estamos vivendo. Mesmo com a melhora da pandemia, muitas pessoas continuarão trabalhando em casa, pois perceberam as inúmeras vantagens dessa nova realidade.

Você gostou do nosso conteúdo de como ser um Produtor Digital? Se interessou por esse trabalho? Saiba que com pouco investimento e muito trabalho você poderá ter muito sucesso em sua empreitada! Desejamos muita sorte para todos que estiverem começando ou já estejam na área!

como ser um Produtor Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *