Guia do Tráfego Orgânico: como atrair milhares de usuários para seu site!

Com o aumento cada vez maior de pessoas conectadas vinte e quatro horas por dia, a Internet se tornou o principal meio de comunicação das empresas com seus clientes e potenciais consumidores. A busca por tráfego orgânico tem orientado as estratégias dos produtores de conteúdo na atualidade.

Guia do Tráfego Orgânico - como atrair milhares de usuários para seu site
Guia do Tráfego Orgânico – como atrair milhares de usuários para seu site

Quando falamos de tráfego orgânico, estamos nos referindo aos acessos que determinada página eletrônica recebe sem investir dinheiro nisso, utilizando-se das boas práticas de atração de usuários novos como por exemplo o SEO (Search Engine Optimization).

Toda a movimentação de leitores e espectadores de um site ou uma página de rede social que não se enquadra na categoria de tráfego orgânico, é chamada de tráfego pago.

Conseguir acessos para seus empreendimentos digitais de forma natural é um desafio que deve ser muito bem pensado, planejado e estudado antes de ser realizado, pois são várias as técnicas que auxiliam para tanto.

Entretanto, também há ações que atrapalham a geração de tráfego orgânico na internet, fazendo com que seus sites não sejam visitados por um número considerável de pessoas se boas práticas de SEO não forem respeitadas.

Conseguir fluxo de visitas de forma natural é uma ótima alternativa para quem não tem recursos disponíveis para investir em maneiras pagas de divulgação de páginas eletrônicas como links patrocinados no Google Ads, anúncios do Facebook ou outros afins, sendo uma ótima opção para o empreendedor digital iniciante.

Portanto, é preciso estar atento e forte, sempre com muito estudo e colocando as ideias em prática para obter cada vez mais usuários para seu site.

Pensando nisso, nossa página trouxe para você um guia completo que te auxiliará nas principais técnicas de obtenção de tráfego orgânico para a divulgação de seu empreendimento digital!

Guia do Tráfego Orgânico – Como atrair milhares de usuários!

Confira abaixo algumas dicas que vão te ajudar a gerar cada vez mais tráfego orgânico para seus empreendimentos digitais.

01 – Saiba a diferença entre tráfego orgânico e tráfego pago

A principal diferença entre os dois tipos de fluxos de usuários em uma determinada página reside no fato de que o primeiro é um tráfego espontâneo de pessoas que, por se interessarem pelo tema dos conteúdos que você produz, visitam sua página tornando-se fiéis consumidores.

No segundo caso, temos visitantes que chegaram por meio de anúncios de links patrocinados. As plataformas Google Ads e Facebook Ads nesse caso são as mais conhecidas para tanto.

Ambas as estratégias de divulgação de conteúdo digital são boas e podem caminhar juntas, a depender do seu objetivo definido no planejamento da página.

Você pode, ao mesmo tempo, investir em tráfego orgânico e tráfego pago sem problemas, já que são formas complementares.

02 – Trabalhe a Otimização do site para mecanismos de buscas (SEO – Search Engine Optimization)

Caso deseje investir seu trabalho em estratégias de fluxo natural para seu site, o SEO, Search Engine Optimization é o próximo passo. 

Tráfego Orgânico - SEO
Tráfego Orgânico – SEO

O SEO nada mais é do que o conjunto de técnicas especializadas que ajudam um site a aparecer nos primeiros lugares nos mecanismos de busca como o Google, o Bing, o Yahoo, dentre outros.

É essa otimização de mecanismos de busca que vai permitir, em um primeiro momento, que o conteúdo que você produz seja visto por pessoas que procuram por ele nas ferramentas que vasculham a internet para te ajudar a resolver seus problemas.

Imagine o quão satisfatório é para um produtor de conteúdo digital ser visto por pessoas que são potenciais consumidores do que produzem? Com as técnicas de SEO, isso se torna algo cada vez mais possível!

Por exemplo, se você vende doces artesanais, deverá posicionar o seu conteúdo para as pessoas que estão buscando comprar doces artesanais com a técnica de SEO, aumentando as chances de realizar vendas online. 

Sabemos que seu desejo não é, por exemplo, aparecer para pessoas procurando receitas de doces, certo?

As buscas das pessoas em mecanismos desenvolvidos para tanto se traduzem nas famosas “palavras chave”, que são palavras ou frases escritas por usuários do Google por exemplo e que possuem valor, já que os produtores de conteúdo estão em constante concorrência para serem vistos pelos usuários da plataforma que as escrevem por lá.

Na hora de escolher a palavra chave ideal para sua produção de conteúdo, é necessário levar em consideração o volume de buscas (se muitas pessoas estão procurando por ela), a concorrência (palavras menos concorridas tendem a posicionar melhor seu conteúdo) e que sejam relevantes para o nicho de mercado explorado por você.

Ferramentas gratuitas que auxiliam nesse processo são o Ubersuggest e o Planejador de Palavras-chave do Google que é gratuito para usuários do Google Ads.

03 – Crie um blog e poste conteúdo sempre que possível

Escolha o nicho de conteúdo que você quer produzir em seu site e invista tempo e trabalho na criação de conteúdos relevantes que possam ser lidos facilmente por potenciais clientes do seu negócio.

Ter uma página do tipo blog que oferece material de qualidade é uma conhecida técnica de atração de tráfego orgânico para seu site, já que demonstra que sua empresa está preocupada não apenas em vendas, mas em ajudar as pessoas a resolverem os problemas delas.

Com as técnicas de Search Engine Optimization citadas acima, cada postagem em seu blog gera uma oportunidade de negócio diferente, fazendo com que seus clientes em potencial tenham uma afeição cada vez maior pela sua página.

Falando em blog, uma ótima alternativa de divulgação dos mesmos é criar parcerias com outras páginas, escrevendo nelas como convidado para divulgar a sua, o que vai auxiliar e muito a atração de fluxo orgânico para você.

04 – Esteja sempre ligado nas redes sociais

A melhor forma de divulgação de conteúdo pela internet atualmente é pelas redes sociais. É lá que estão a maioria dos brasileiros de todos os segmentos da sociedade, incluindo seu cliente em potencial!

Entretanto, cada rede social como Facebook, Instagram, Twitter, TikTok, Pinterest e Linkedin tem um público específico, com a semelhança de que todos estão buscando conteúdos interessantes para se entreterem.

Portanto, é crucial você saber onde estão as pessoas que podem se interessar pelo produto ou serviço direcionados para venda.

Por exemplo, se você possui uma marca de cosméticos, pode ser que a maioria dos seus potenciais clientes estejam no Instagram, que é uma rede social especializada em compartilhamentos de fotos, onde as pessoas querem estar cada vez mais bonitas para poderem aparecer por lá.

Já se você produz materiais para escritório, talvez o melhor lugar para divulgar seus conteúdos seja no Linkedin, que é uma rede mais corporativa utilizada por várias empresas nos mais variados ramos da economia.

05 – Utilize o Google Meu Negócio

Se você possui uma loja física, por exemplo, e quer atrair clientes com fluxo em seus sites, o Google Meu Negócio é uma das ferramentas mais eficazes existentes na atualidade.

Estima-se que os negócios que têm perfil com imagens nesta plataforma têm 40% mais chances de serem vistos, já que elas aparecem para todas as pessoas que estão buscando pelos itens comercializados pelas mesmas.

O Google Meu Negócio apresenta a vantagem de ser gratuito, com ganhos impressionantes para todos os negócios físicos, podendo estender-se também para suas plataformas digitais.

06 – Crie links internos em seu site

Os links internos são direcionamentos que existem em seu site para que os espectadores que ali chegaram possam permanecer ali por mais tempo.

Se você produz um conteúdo de qualidade, certamente irá interessar as pessoas que estão procurando soluções para seus problemas. Com uma análise de mercado bem feita sendo um dos principais pilares do planejamento de produção de conteúdo digital, é possível atrair clientes em potencial para seu site.

Uma vez estando ali, os links internos podem ajudar o leitor a permanecer mais tempo consumindo o seu conteúdo, ajudando o Google a perceber que o mesmo é de qualidade e relevante para resolver os problemas das pessoas que ali estão.

O algoritmo do Google também utiliza os links internos para navegar em seu site, orientando-se para saberem quais páginas devem ser indexadas e ranqueadas pelo mecanismo. 

Eles também usam os links internos para entenderem como seus conteúdos se relacionam entre si, ajudando as pessoas a solucionarem suas dúvidas rapidamente.

08 – Defina seu público-alvo

De nada adianta um site bonito muito bem elaborado, com imagens fascinantes e menus muito bem organizados se o conteúdo que ali está não soluciona os problemas das pessoas que estão com um problema no momento em que abrem sites como Google, Bing ou Yahoo.

Tráfego Orgânico - Defina o seu Público-alvo
Tráfego Orgânico – Defina o seu Público-alvo

Um conteúdo de qualidade é aquele que sana as dúvidas das pessoas que têm algum problema cuja solução é procurada em mecanismos de busca. Portanto, é necessário definir muito bem para quem escrever.

Tomemos como exemplo que você tenha uma loja de peças automotivas e deseja divulgá-la por meio de um site na internet. Um negócio desse tipo costuma ter um público-alvo muito bem delimitado, ou seja, pessoas que possuem e se interessam por carros. Portanto, o conteúdo produzido pelo blog da sua loja deve sempre ser sobre isso.

Nesse caso, após a delimitação do público-alvo, temos a ideia de que todos os conteúdos do blog da sua loja devem ser direcionados a resolverem problemas de usuários de veículos automotores. 

Não seria inteligente, por exemplo, falar sobre bebidas alcoólicas, já que são coisas que não combinam.

09 – Análise constantemente as métricas do seu site

A maior vantagem do Marketing Digital se comparado com outras estratégias publicitárias é poder avaliar em tempo real os efeitos positivos e negativos que cada ação de trabalho tem, podendo, inclusive, modificá-las rapidamente para atingir sempre os resultados pretendidos.

Essa vantagem, quando falamos de sites, se traduz nas métricas que demonstram os pontos positivos e negativos de seu site, as postagens que mais trouxeram visitas, o número de comentários, o montante de menções externas a ele.

Utilize ferramentas como o Google Analytics e o Google Search Console para rastrear as visitas de seu site, as interações ali feitas e as relações dos seus conteúdos com as principais palavras-chave utilizadas pelas pessoas que estão frequentemente realizando buscas na internet.

Dessa forma, você poderá configurar seu conteúdo em tempo real para que consiga perseguir os objetivos pretendidos com seu valioso trabalho de produção de conteúdo relevante digital, entregando sempre os materiais que um grande número de pessoas estão procurando na internet exatamente no momento em que elas querem. 

10 – Tenha um site responsivo e escaneável

A Internet tem evoluído de certo modo que é impossível atualmente pensar apenas em leitores que utilizam computadores para acessá-la. 

As pessoas também estão acessando a rede mundial de computadores por meio de celulares, tablets, televisores inteligentes, entre outros dispositivos.

É preciso estar preparado para essa diversidade de dispositivos com configurações diferentes por meio dos quais o seu cliente em potencial procura pelo conteúdo que você produz. Sendo assim, é extremamente necessário que seu site seja responsivo.

Um site responsivo é uma página flexível, que se adapta aos diferentes tamanhos de tela disponíveis atualmente, aumentando em muitos aspectos o conforto do leitor quando estiver consumindo o material produzido.

A forma mais conhecida de tornar um site responsivo é começar os parágrafos pela esquerda da página, facilitando a maneira como o leitor realiza a leitura do texto, diminuindo também o tempo de leitura, afinal ninguém quer perder tempo com conteúdo irrelevante, não é mesmo?

Tome cuidado também na redação dos parágrafos para efeitos de escalabilidade, não exceda o limite de cinco ou seis linhas, pois já é comprovado que parágrafos grandes diminuem o conforto das pessoas que estão buscando conteúdo escrito na Internet e o Google pune conteúdos enormes e cansativos não fazendo a indexação deles!

11 – Atualize os posts antigos

Já estamos no ano de 2022 e muita coisa vem acontecendo no mundo desde que a Internet se tornou o principal veículo de comunicação em massa, não é mesmo?

A própria natureza de instantaneidade dos meios digitais faz com que as informações sofram constantes mudanças em seus conteúdos, exigindo que as pessoas estejam cada vez mais atualizadas sobre o que está ocorrendo neste meio.

As mudanças nos meios digitais são constantes e rápidas, sendo interessante atualizar as linguagens utilizadas para que seu conteúdo se comunique sempre de forma atual com o público que quer atingir. 

Também há sempre fatos novos que devem ser mencionados para que a postagem continue sendo relevante para os mecanismos de busca.

12 – Inclua imagens que façam sentido ao leitor

Textos longos e cansativos não são bem vistos pelo Google, que também utiliza das imagens em seu site para entender melhor o conteúdo produzido para poder ranqueá-lo nas buscas.

As imagens têm um papel fundamental na construção de seu site, sendo também imprescindíveis no processo de Otimização de Mecanismos de Busca (SEO), devendo sempre serem possíveis legalmente de serem utilizadas e não protegidas por direitos autorais.

Plataformas de imagens gratuitas como o Pixabay, o Flickr, o Unsplash possuem uma imensa variedade de conteúdos visuais que podem ser utilizados por produtores de conteúdo sem maiores problemas.

Conclusão

Com uma diversidade cada vez maior de conteúdo, é necessário seguirmos algumas importantes regras para sermos sempre vistos e tornarmos autoridades nos assuntos sobre os quais queremos falar na Internet, atraindo cada vez mais pessoas interessadas em consumir o material que produzimos.

Tráfego Orgânico - Vantagens para o seu negócio.
Tráfego Orgânico – Vantagens para o seu negócio

Entretanto, apesar de ser um ambiente muito democrático, a rede mundial de computadores tem uma parte comercial muito forte de divulgação de produtos e serviços de forma paga, o que pode desanimar pessoas que, apesar de terem vontade e disposição para trabalhar, não possuem dinheiro para investir logo de início. 

O trabalho em fluxo orgânico é imprescindível para quem não possui recursos para investir em divulgação digital em um primeiro momento, mas que tem muita disposição em aprender coisas novas e colocar seus conhecimentos em prática. 

Por isso trouxemos esse conteúdo para você, com o intuito de orientar e mostrar que é possível sim ter sucesso.

Esperamos que, com nossas dicas sobre tráfego orgânico, você tenha conseguido aprender as melhores práticas para atingir esse objetivo tão almejado pelos produtores de conteúdo digital. 

Se você gostou, acompanhe nossa página, estamos constantemente trazendo conteúdos sobre empreendedorismo digital para pessoas de sucesso como você!

tráfego orgânico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *